Miguel Pascoal
'' A pior ignorância é julgarmos que sabemos ''
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Meu Diário
06/02/2016 08h26
Os estudos são como uma semente...

O próprio ser humano não
nasceu e cresceu assim do nada, passou por fases e fases até ser o que é hoje. Os estudos são também frutos de muitos estágios para se tornarem o que são hoje, gerações e gerações passaram semeando o que hoje nós chamamos de vários nomes, como Matemática, Química.
Química não era Química no
início assim como a semente
quando lançada na terra não é
fruto. O acto de estudar é como o de semear, os estudos são feitos pouco a pouco assim como a semente quando lançada na terra passa por vários estágios para dar frutos e os estudos não fogem a regra mas esteja ciente que os frutos são colhidos no fim de cada época agrícola depois de
muito esforço, estude e estude e colherá os seus frutos no fim do ano (Miguel Pascoal). Os estudos são como uma semente se não são semeados, não haverá fruto para colheita.

Mas não basta só semear só por semear, a semente não cresce do nada e torna-se numa planta que depois dá frutos mas sim há um esforço no sentido de fazer os devidos tratos culturais para uma boa colheita assim como os estudos precisam de serem preparados para dares os melhores frutos. (resultados).

A semente não cresce logo que é lançada na erra mas se espera com muita paciência, por vezes não chove o suficiente para ela crescer melhor e precisa-se fazer uma rega artifícial ou há seca etc, para dizer que estudar não é fácil, todo estudante enfrenta dificuldades mesmo quem se
considera gênio um dia passou por dificuldades mas as dificuldades são para serem ultrapassadas. NÃO desista nunca porque se a semente tivesse desistido não existiriam plantas muitas frutas, então lute e lute e saiba que nesta vida nada é fácil, o que vem fácil vai fácilmente e o que é
conquistado com muito esforço não é disperdiçado. Se Aristóteles tivesse desistido não existaria o “Pai da Lógica”.

Dificuldades existem para todos.

“A CHAVE DO SUCESSO DO ESTUDANTE É O SEU ESFORÇO”

Autor: Miguel Pascoal
Dia: 06/02/2016 Sábado - 09:18
- MP.


Publicado por Miguel Pascoal em 06/02/2016 às 08h26
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
16/08/2015 05h18
A Morte (Parte 1)

Tudo na vida tem geralmente um princípio e um fim. Incluíndo nós como seres humanos que ontém (passado) nascemos e amanhã iremos morrer (futuro).
Mas a morte é algo que nenhum ser humano é capaz de compreender, nem a ciência que tem conhecido grandes avanços na história. Nós humanos como cientistas jamais sonhemos em descobrir o mistério da morte.
Mas nós como religiosos podemos entender que a morte não é algo do outro planeta mas uma realidade nossa, nós todos iremos morrer um dia, nem que demore 10...20...100... Anos. Este mundo não é para ser visto como se fosse um mundo eterno, mas nós temos que ter um pensamento optimista e estarmos cientes que estamos de passagem, a estadia na terra é por um tempo muito curto. Nós seres humanos é que pensamos mal quando trata-se de viver pensamos que vamos viver muitos anos e aí é que vem o pensamento de que a morte não existe, é só uma ficção. É triste saber que em pleno século XXI ainda hajam pessoas que não acreditam na morte, um pensamento desses é causado pela intoxidade mundana, nós hoje em dia nos apegamos muito ao mundo, lutamos para termos bem materiais que um dia terromos que os deixar aqui na terra, trabalhamos anos e anos a acumular fortunas, dinheiro, carros, prédios etc. E pensamos que ter tudo isso é viver bem, o que vale você viver bem neste mundo e ir sofrer no outro mundo? Pois é não vale nada. E outra coisa, toda riqueza que passamos a vida a acumular se não a usamos no bom caminho, não será nossa quando a morte nos chamar, isto porque tudo será herdado por outros.

Quando alguém morre causa um grande tráuma aos que ficam porque não tinhamos constante lembrança da morte. Visitar o cemitério é uma boa lembrança de que a morte existe.

Por vezes nós achamos estranhos aqueles que semanalmente visitam as campas, mas nada de estranho existe porque assim criam dentro de si um pensamento de que a morte seja tarde ou cedovirá ao meu encontro, ou seja, vou morrer.


Publicado por Miguel Pascoal em 16/08/2015 às 05h18
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
13/08/2015 19h43
A esperança...
Quando tudo me parecia impossível
A vida sem sentido
O mundo sem graça
A paisagem sem beleza

Aí veio ela
A esperança
Me trazendo a lembraça
Que para trás havia deixado

Cada posso que dava parecia uma eternidade
Com essa minha idade
Mas ela
A esperança

A cada dia ia reavivendo
Cada olhar para o mundo era sem graça
Como uma balança vazia

Mas ela
A esperança
Me mantinha forte e forme
E a mi fazer entender que o mundo nao é nada de filme

Mas sim a realidade
Mas ela
A esperança
Tem a capacidade
Como a electricidade
Que assim do nada, achamos nós chega a cidade.

Mas ela
A esperança
Tem força de te fazer voltar a sonhar

Publicado por Miguel Pascoal em 13/08/2015 às 19h43
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.